Mopar dos sonhos – Dodge Viper GTS 1996

Mopar dos sonhos – Dodge Viper GTS 1996

22/12/2011 21:22 0 comments

Dodge Viper GTS 96

Já comentei com algumas pessoas sobre essa preferência, para mim o Viper mais maneiro de todos, e alguns não entendem porque não prefiro os novos. Mas até hoje, nem eu não tenho resposta clara. Sei que as últimas gerações são superiores, e não poderia ser diferente disso, o automóvel absorve o que está disponível no seu tempo. Mas mesmo assim esse modelo não sai da minha cabeça. E já que estamos falando desse nível de carro, nada que um upgrade da Hennessey não deixe o carro mais violento. O GTS específico dessa postagem é um que está a venda mo E-Bay, por US$ 37.9000,00. Já seria um sonho muito próximo para alguns entusiastas aqui no Brasil, se a lei permitisse sua importação.

Viper Segunda geração (1996-2002)

“Em 1996 surgiu o Viper GTS (modelo coupe) . Esses Vipers podem ser vistos muitas vezes participando de corridas de arrancada, corridas de pista e derivados. O GTS, como seu antecessor, foi escolhido como o pace car para Indianapolis 500 de 1996.

Apesar de sua aparência semelhante, o carro foi distinto o suficiente para ser considerado um modelo de nova geração. Extensas modificações, como um motor retrabalhado com maior potência e menor peso, um chassis quase completamente redesenhado que foi feito há 60 lb (27 kg) mais leve e mais rígida de 25% na rigidez torcional computador através de uma análise meticulosa, uma suspensão totalmente redesenhada, e reduziu as distâncias de travagem, a 1996-2002 Viper GTS tinha cerca de 456cv (450hp) do motor, que poderia completar o quarto de milha em 12,3 segundos, 0,3 segundo e 8 mph (13 km / h) mais rápido do que seu antecessor, e aumentou a velocidade máxima de 11 mph (18 km / h) ou assim. A suspensão revisada, chassi mais rígido, eo corpo lateral grip aerodinâmico levantou a 0,98 g (9,6 m / s ²), embora outros relatos mostram o modelo 1992 com 1,0 g. Pneus contemporâneos têm melhorado significativamente esta medida. Poderia muitas vezes funciona Slalom atingir ou exceder 70 mph (110 km / h). Mais uma vez faltou freios ABS, inicialmente, e provou ser o ponto mais fraco do carro. Os travões de ferir o carro em testes de comparação de numerosos, como a comparação supercarro 1997 “pela revista Motor Trend, em que o Viper GTS colocado no topo contra carros como o Ferrari 550, Chevrolet Corvette, Porsche 911, Honda NSX e em todos os execução dos exercícios, exceto de travagem. O carro não só a última colocada, mas teve de parar as distâncias consideravelmente mais longo do que os outros veículos. ABS foi introduzido ainda na fase de produção, embora o desempenho de frenagem não era necessariamente melhorou significativamente. Em uma comparação Sports Car International, realizada em 2002, o Viper ACR (com ABS) foi comparado com o 911 GT2 em Thunderhill Raceway Park. Ambos os carros estavam muito capaz, e rápido ao redor da pista de teste, mas o Viper foi mais difícil de conduzir, eo sistema de travagem foi responsabilizado muito especificamente para a diferença nos tempos de volta (cerca de GT2: 2 minutos, ACR: 2:04) entre os dois carros.

Junto com o desempenho atualizado, veio a inclusão de alguns equipamentos de luxo como Airbags frontais duplos que foram adicionados à lista de veículos de equipamentos de segurança em 1996. O carro também foi exportado para a Europa, onde foi renomeado como Chrysler, e vendidos sob esta marca 1997-2003. Modelos europeus tiveram uma versão detuned do Viper V10.

Nos primeiros seis anos de produção de quase 10.000 Vipers foram vendidos. Pequenas mudanças evolucionárias, incluindo novas rodas 18 “de diâmetro e os pneus foram introduzidas no modelo 1999. Versões posteriores consiste leve hipereutética pistões e um sistema de escape melhorada, do lado de escape ter caído a meio ano de produção de 1996 para o RT/10; todos produção Viper GTS Coupes tinha saída de escape traseira. 1999 viu a introdução da embalagem interior Cognac Connolly couro. Continuando o requinte, o ABS foi introduzido em 2001. Em 2002, o fim da produção de segunda geração foi comemorado com o lançamento do 360 comemorativa “Final Edition “modelos. Estes modelos foram pintados de vermelho com listras brancas, em homenagem à famosa corrida de carros vencedores Oreca. O RT/10 foi substituído pelo SRT-10 Roadster em 2003, o GTS ficou fora de produção e foi substituído em 2005 (porem como modelo 2006) pelo SRT-10 Coupe .”

(fonte: Wikipédia)

A tradução do Wiki não está nada boa, mas dá para entender a história do carro.

Mais algumas fotos do modelo a venda:

 

 

 

Seguimos conversando.

André